Foto: redes sociais

A Polícia Civil está aprofundando as investigações a respeito da morte da Canoense Gabriela Siqueira Goulart, encontrada morta em uma boate localizada às margens da RSC-456, em Garibaldi, na noite do último sábado (26).

Segundo a polícia, a guarnição recebeu um telefonema anônimo que a levou ao local do crime, onde a jovem foi encontrada já em estado avançado de decomposição e com uma corda enrolada no pescoço. A policia acredita que Gabriela possa ter sido morta enforcada ou ter tirado a própria vida.

A polícia também não descarta a possibilidade de sequestro tendo como base as imagens das câmeras de segurança da boate, nas quais mostram a jovem entrando e saindo sozinha do local.