Foto: Polícia Militar de Santa Catarina / Divulgação

Dois homens foram executados dentro de um Ford Fusion, na rua Vasco de Oliveira Gondin, em Canasvieiras, Florianópolis, Santa Catarina, no início da tarde deste domingo (3). Eles foram identificados como Tiago Schizzi Bendl, 33 anos, e Ivan Oliveira Rodrigues, 29 anos, ambos de Caxias do Sul, morreram no local. Um terceiro homem, identificado como Marco Antonio Silveira Boeira 40 anos, também foi baleado. Ele sobreviveu e foi levado ao Hospital Celso Ramos.

Segundo a Guarda Municipal de Florianópolis, os três estavam saindo de carro do hotel, onde estavam se hospedando, quando um criminoso apareceu e disparou contra eles. De acordo com a perícia foram 15 disparos efetuados pelo criminoso.

Segundo a polícia, o atirador, estava vestindo uma camiseta de time de futebol e bermuda. Ele pôs o punho dentro do carro, pela janela do carona, atirando à queima-roupa. Os policiais encontraram duas pistolas e as roupas usadas no crime, inclusive a camiseta de time de futebol em um matagal próximo ao local do crime.

O criminoso fugiu em um Siena branco, junto a um comparsa. Equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil foram acionadas.

O Siena foi localizado com o auxílio de um helicóptero Águia, da Polícia Militar. O veículo foi abandonado sobre uma ponte na rua Madre Maria Villac. Segundo os registros policiais, as placas do Siena são de São Leopoldo e foram clonadas.

Para a polícia catarinense os indícios apontam para um acerto de contas entre integrantes de facções criminosas. Tiago tinha passagens por roubo a três bancos e uma agência lotérica no Rio Grande do Sul. Ele foi preso em 2016. Já Marco chegou a ser foragido do sistema prisional gaúcho até 2016, quando foi preso no interior de Caxias do Sul com a posse de armas e explosivos. Ele também é apontado por tráfico e roubo de carros.