Pedro Foss/Prefeitura de Canoas

A Guarda Municipal de Canoas, a Brigada Militar e a Diretoria de Trânsito da Prefeitura realizaram uma operação integrada na Praia de Paquetá neste domingo (17).  Segundo as guarnições, a ação tinha como objetivo preservar vidas e assegurar o cumprimento dos protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.

O reforço na fiscalização e na orientação aos canoenses se deve ao aumento significativo da circulação de pessoas no local, o que tem causado aglomerações, principalmente nos finais de semana.

De acordo com o secretário da Segurança Pública de Canoas, delegado Emerson Wendt, o foco da operação foi orientar a população sobre a importância de evitar aglomerações, de utilizar a máscara de proteção de forma correta e de seguir as demais regras para evitar que os casos de coronavírus aumentem em Canoas.

“O objetivo da Prefeitura de Canoas é salvar vidas e preservar a economia do município. Por isso, atuamos em diferentes frentes, partindo da segurança pública para preservar a saúde dos moradores e visitantes. A orientação à população é fundamental para que continuem seguindo os protocolos de distanciamento social, garantindo a segurança de si mesmos, de familiares, amigos e de todos os canoenses”, destaca o delegado Emerson.

Segundo o responsável pela Guarda Municipal na operação, Carlos Ademir Fagundes, 68 veículos foram abordados, um deles foi recolhido e 86 pessoas foram orientadas. A cada meia hora, também houve ronda nos estabelecimentos comerciais.

“Todos temos responsabilidade na luta contra o coronavírus e é preciso lembrar as pessoas sobre o seu papel. Todos que foram abordados concordaram em seguir as orientações e, assim, foi possível evitar aglomerações”, ressalta Sampaio.

O responsável pela Brigada Militar, sargento Carlos Roberto Oliveira de Vargas, pontua que a operação integrada foi organizada para evitar que cenas de aglomeração como as registradas no último domingo (10) se repitam.

“Hoje, estamos com toda a nossa força de ação aqui. Temos o policiamento ostensivo terrestre, a força tática, a cavalaria da BM e a Brigada Ambiental, que utilizou uma embarcação para fiscalizar jet ski e outras embarcações que navegam no Rio dos Sinos ou aportam às margens da praia”, ressalta o sargento.

Moradores da Praia de Paquetá comemoram a iniciativa

Para os moradores da Praia de Paquetá, a operação integrada foi motivo de comemoração: “Hoje teremos um dia de paz”, celebra Erli Correia Lacerda, que mora no local há 15 anos.

A moradora Marlene Eanosqi comenta que muitas pessoas que frequentam a Praia de Paquetá não respeitam as regras de distanciamento social. “Para quem vive aqui, é difícil ver as aglomerações e o desrespeito que muitos têm. A pandemia ainda não acabou né, precisamos nos preservar ainda e cuidar dos espaços públicos, afirma.

O casal Paulo Silva de Oliveira e Sandra Correia Lacerda também comemorou a operação. Para eles, é fundamental que as pessoas sigam as regras para que o comércio do local não precise fechar. “No último domingo tinha muita gente aqui na prainha. Temos medo de que daqui a pouco o comércio tenha que fechar de novo por causa do aumento dos casos de coronavírus. As pessoas aqui dependem do comércio local, por isso temos que seguir as regras”, destaca Paulo.