Fotos: Alisson Moura/Prefeitura de Canoas/Divulgação

A UBS Pedro Luiz da Silveira foi reaberta à comunidade do bairro Rio Branco depois de quase três meses fechada. A unidade, que sofreu um princípio de incêndio devido a um curto-circuito em novembro de 2020, foi recuperada pela atual gestão. As obras incluíram a recuperação da parte elétrica, pintura e implantação de uma rampa de acesso para proporcionar acessibilidade, o que não havia antes no prédio.

A reabertura da Pedro Luiz da Silveira foi comemorada pelos pacientes, que precisaram se deslocar para outras UBSs em busca de atendimento durante o período em que a unidade permaneceu fechada. Caso de Patrícia Leonetti Corrêa, de 42 anos, que estava no local no dia do curto-circuito. “O retorno foi maravilhoso. Além de ficar mais perto de casa, a equipe é muito boa, sempre atenciosa”, afirmou. A estudante Mariana Pereira, 23 anos, também estava na expectativa. “Moro bem perto. Aqui a equipe já conhece os pacientes e também temos mais atendimentos disponíveis”, contou.

Nesta segunda-feira (8), a retomada dos atendimentos foi acompanhada pelo prefeito Jairo Jorge, pelo vice-prefeito, Nedy de Vargas Marques, pelo secretário municipal da Saúde, Maicon Lemos, e pelo subprefeito da região, DJ Cabeção. Parte dos pacientes da Pedro Luiz da Silveira estava sendo atendida na UBS Imaculada, onde será reaberta a UPA do Idoso. “É o primeiro passo para que a gente retome a UPA do Idoso, um desejo da comunidade. A partir de amanhã, já começamos a trabalhar para que, no menor prazo possível, a unidade possa funcionar”, declarou o prefeito.

A reabertura da Pedro da Silveira está entre as 55 ações previstas para os primeiros 100 dias de governo, dentro do Plano de Retomada do Desenvolvimento de Canoas (PRD Canoas). “É mais um espaço para ofertar um trabalho de assistência médica e de enfermagem para prevenção da pandemia. As pessoas não ficarão aglomeradas em determinada unidade e terão atendimento mais próximo de sua residência”, ressaltou o secretário da Saúde. A UBS é referência para cerca de 7,3 mil pacientes e realiza em torno de dois mil atendimentos por mês.