Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Canoas busca saber que é a mulher que foi esquartejada e morta dentro de um apartamento em um residencial na rua Machadinho, no bairro Rio Branco, em Canoas. Toda a cena foi gravada e divulgada nas redes sociais.

Uma perícia foi realizada no apartamento em que a mulher foi morta. Os policiais também recolheram o carro em que os criminosos levaram o corpo para ser desovado. Os pedaços do corpo teriam sido tirados do apartamento dentro de uma mala. O objetivo da investigação é descobrir onde estão os restos mortais para conseguir identificar a vítima e dar prosseguimento no inquérito.

Conforme o delegado Robertho Peternelli, que investiga o caso, não há nenhuma ocorrência de desaparecimento de mulher nos últimos dias.

Operação para prender envolvidos

A estimativa da investigação é que cinco pessoas tenham participado do crime. Eles foram alvos da operação Gota D’Água deflagrada neste sábado (6) pela Brigada Militar e Polícia Civil. Seis ordens judiciais, sendo três mandados de prisão e três de busca e apreensão foram cumpridos no residencial.

Duas pessoas foram presas. Entre elas, um foragido do sistema prisional que tentou se esconder dos policiais durante a operação.