Foto: Tony Capellão/Prefeitura de Canoas

O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, conversou com a imprensa na manhã desta segunda-feira (12) sobre os 100 dias de governo. Ele fez um balanço sobre o que já foi feito pela sua administração, mas avaliou que “ainda tem muito para ser feito”.

Leia mais notícias de Canoas

Jairo falou sobre a pandemia do coronavírus e os desafios enfrentados pela gestão referentes ao tema. Ele salientou os investimentos feitos na saúde, como a abertura de leitos de UTI e clínicos em todos os hospitais, por exemplo.

Porém, também falou sobre outros temas. Um deles é o transporte coletivo. “Eu farei a licitação. Quero deixar claro. A gestão anterior renovou por cinco anos”, garante Jairo. A meta é fazer até 2023, quando vence o atual contrato. Além disso, ele também anunciou que busca parcerias privadas para tirar o projeto do Aeromovel do papel. “Prefeitura não vai colocar nenhum centavo, ressalta.

Economia

Questionado sobre o auxílio emergencial que será dado pelo município, Jairo ressaltou que ele será pago através dos recursos do Refiz, que é programa de renegociação que a prefeitura com devedores. “Buscar com o Refiz de 10 a 12 milhões, já temos R$ 4 milhões negociados, o que é muito importante para que a gente possa ter a garantia de alguns projetos que estamos trabalhando”.

Além disso, o tema se mistura com a educação. De acordo com o prefeito, que receber o benefício vai trabalhar na limpeza e recuperação das escolas. “O foco dessa mão de obra será a retomada das mais de 80 escolas em pleno funcionamento”, enfatiza.

Ainda, conforme Jairo, será enviado para a Câmara de Vereadores um projeto de lei para auxiliar de forma emergencial as mais de 5 mil empresas do município ligadas a área do entretenimento.