Foto: Otávio dos Reis

Na próxima terça-feira (20), os trens não deverão funcionar das 5h às 7h. A mobilização nacional, chamada de Dia de Luta, é convocada pela Federação dos Metroferroviários (FENAMETRO) em defesa da priorização da categoria nas vacinas contra o coronavírus.

Nesta sexta-feira, os mais de 1,5 mil funcionários da estatal Trensurb devem se reunir de preto em frente a sede administrativa da empresa para reforçar o pedido. O ato é chamado como Dia Nacional do Luto. Segundo o sindicato, mais de 20% dos metroviários já foi infectado e quatro perderam a vida para a doença.