Foto: IGP RS/Divulgação

A Polícia Civil investiga a morte de uma cachorra no bairro Feitoria, em São Leopoldo, no Vale do Sinos. O caso está com a 1ª Delegacia de Polícia.

Leia mais notícias de polícia

De acordo com a investigação, o animal foi atingido na última segunda-feira (3) por tiros efetuados com uma espingarda de chumbinho. O idoso de 69 anos negou que tenha atirado no animal e, em depoimento, alegou que a cadela chamada Bela teria morrido por causas naturais.

Como os policiais não encontraram perfurações, a investigação solicitou uma necropsia para averiguar a causa da morte. O procedimento, que foi realizado por peritas criminais do Instituto Geral de Perícias (IGP), ocorreu na Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. De acordo com a Polícia Civil, após a divulgação do laudo pericial, as partes envolvidas podem ser ouvidas novamente para que o caso seja esclarecido.

A arma do idoso foi apreendida pela Brigada Militar (BM). O abuso contra animais domésticos é crime previsto no artigo 32 da lei Nº 9.605/98, que prevê pena de até cinco anos de reclusão ao autor dos maus-tratos.