Foto: Adriano Rosa da Rocha/Prefeitura de Esteio

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu, na noite da útlima quarta-feira (12), o pedido liminar para suspender os efeitos da resolução que autorizava a vacinação contra a Covid-19 de trabalhadores da educação em Esteio, na Região Metropolitana. No texto, ele diz que o município deve seguir o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Leia mais notícias de Esteio

Nesta quinta-feira (13), o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, informou que vai recorrer d decisão. “Com isso, o STF chancela a prioridade de vacinar presos em detrimento dos trabalhadores da educação. Vamos recorrer e levar o assunto para deliberação do colegiado.”

Até o momento, Esteio vacinou 945 profissionais da educação com mais de 40 anos das redes municipal, estadual e privada.