Foto: Agora no Vale/Reprodução

Está passando por uma cirurgia a mulher de 34 anos acusada de tentar matar a filha de 2, em um acidente de trânsito na BR-386, em Lajeado, na última segunda-feira (17). Ela está internada em estado gravíssimo no Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC).

A justiça já decretou a prisão preventiva dela. Isso, porque ela é investigada por tentativa de homicídio pela Polícia Civil. Já que após o acidente circula um vídeo em que ela convida a filha 2 anos para se matar. A Justiça já decretou a prisão temporária dela. “Este mandado refere-se a tentativa de homicídio da filha, uma criança de apenas dois anos que estava junto no veículo”, explica a delegada regional da 19ª Delegacia de Polícia Regional de Lajeado, Shana Luft Hartz, em entrevista ao Agora no Vale.

Leia mais notícias de Canoas

Além disso, no vídeo que circula nas redes sociais, a mulher que não teve o nome divulgado, pede para que a filha se despeça do pai. Chorando, a criança diz que não vai fazer isso.

O acidente

A mulher conduzia um Fiat Uno que colidiu frontalmente em um caminhão na BR-386, em Lajeado. Na sequência, uma caminhonete Tucson também se envolve na ocorrência.

O caminhoneiro relatou aos policiais que a mulher invadiu a pista para colidir frontalmente. “Claro que podem ocorrer problemas mecânicos e ela ter perdido o controle do automóvel, a gente não tem esta informação”, complementa a delegada regional para o Agora no Vale.

A mulher ficou gravemente ferida e foi levado ao Hospital Bruno Born em Lajeado. Porém, devido ao seu estado de saúde, precisou ser transferida para Canoas. A criança sofreu apenas ferimentos leves. Os outros dois motoristas envolvidos não se feriram.