Polícia faz buscas ao corpo de adolescente sequestrado e torturado por ‘colegas’ em Canoas

O crime está ligado ao tráfico de drogas

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à (DHPP) de Canoas seguem nas buscas a Bruno Gonçalves dos Santos. O adolescente foi sequestrado e torturado por dois criminosos presos na última quinta-feira (3).

A suspeita é que o adolescente esteja morto. Porém, essa informação só poderá ser confirmada, quando o corpo do jovem for encontrado. Investigadores fazem diversas buscas. Eles também coletaram os dados genéticos de familiares do adolescente para fazer a comparação com o de corpos não reconhecidos, mas nenhum foi compatível.

Leia mais notícias de Canoas

Entenda o crime

Bruno está desaparecido em dezembro de 2020. Conforme a Polícia Civil, ele participou da morte de Tiago Pereira Viegas de 28 anos no bairro Guajuviras. Horas depois do crime, criminosos que faziam parte do mesmo grupo de Bruno o sequestraram e torturam em um ato de retaliação. Desde então, o menor não foi mais visto. Os dois crimes são acertos de contas relacionados ao tráfico, conforme apurado pela reportagem de Agência GBC.

Dos dois crimes, foram pedidos seis mandados de prisão. Desses, quatro estão atrás das grades, um está foragido e o outro seria o adolescente, que ainda não foi encontrado. “A agilidade, dedicação incondicional da equipe de investigação e setor de inteligência da Polícia Civil foram fundamentais para a elucidação dos fatos e prisão dos suspeitos”, comenta o chefe de investigação da DHPP, Daniel Pinho.

O delegado Robertho Peternelli, titular da DHPP, reforça que as denúncias anônimas são essenciais para o desfecho do caso. Quem tiver informações sobre este ou outros crimes, pode repassar pelo 0800 642 0121.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!