O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo do homem acusado de matar Cândida Michele da Costa de 40 anos nesta terça-feira (22). Ele foi localizado nas margens do Guaíba, em Porto Alegre.

Receba as notícias de Sapucaia do Sul no WhatsApp

O corpo do criminoso, que não teve o nome divulgado, só foi achado após motoristas que passavam pela Ponte do Guaíba, ligarem para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e alertar que um GM Prisma estava abandonado no local. Policiais foram até lá e encontraram o veículo aberto e com diversos cartuchos deflagrados. Mobilizados, os mergulhadores da Companhia Especial de Busca e Salvamento (CEBS) do Corpo de Bombeiros Militar realizaram as buscas e localizaram o corpo nas águas

Entenda o crime

Cândida foi morta a tiros na noite da última segunda-feira (21). Segundo a Brigada Militar (BM), a vitima estava em casa quando foi surpreendida pelo ex-companheiro dentro de casa. Ele invadiu a residência e disparou diversas vezes contra ela. Um vizinho escutou os disparos e ligou para o 190. O criminoso fugiu do local no Prisma abandonado na rodovia.

Professora e orientadora, ela fez carreira em Sapucaia do Sul. Lecionou nas escolas Maria da Glória, Padre Reus e Guerreiro Lima. Atualmente, trabalhava na rede municipal de Gravataí.

Cândida comemoraria aniversário nesta terça (21).