Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (8) a Operação Explosive em Guaporé, na Serra. Ao longo de seis meses de investigação, os policiais comprovaram que uma empresa, atuante no ramo de terraplanagem, adquiria artefatos explosivos em quantidade maior do que a necessária para a obra. Eles eram armazenados e utilizados mais tarde em outros projetos de forma irregular, o que reduzia custos com frete e escolta, além de não prestar informações sobre as novas explosões como prevê a lei.

Receba as notícias no WhatsApp

Duas pessoas foram presas. Foram apreendidos, aproximadamente, 740kg de artefatos explosivos, além de armas. Uma ação conjunta entre Polícia Civil e o Exército Brasileiro ia detonar todo esse material.

Porém, durante o descarte, três participantes da ofensiva perderam a vida com a explosão e cinco ficaram feridos. As vítimas ainda não tiveram os nomes divulgados.

Aguarde mais informações.