Imagem: reprodução.

Na manhã desta sexta-feira, 10, o prefeito Rodrigo Battistella e o pároco de Nova Santa Rita, padre Leonardo Reichert, se reuniram com  o arcebispo da Região Metropolitana, Dom Frei Jaime Spengler para apresentar o projeto de uma representação da “Roccaporena”, capela italiana em homenagem à Santa Rita de Cássia, que será construída em Nova Santa Rita ainda este ano.

A iniciativa é do empreendedor Pércio Klaus, que pretende doar o espaço para a Prefeitura, que, por sua vez, já se comprometeu a repassar para que a Paróquia de Nova Santa Rita fazer a sua administração. As obras se iniciam no dia 15 de outubro no Loteamento do Parque.

Receba as notícias de NOVA SANTA RITA pelo WhatsApp

Segundo Pércio Klaus, a capela será um novo ponto religioso na cidade, trazendo a história da padroeira do município e sendo também o novo ponto turístico de Nova Santa Rita.

Na visão do prefeito Battistella, será uma grande homenagem à padroeira da cidade. “Não poderíamos deixar de apresentar para Dom Jaime e para o nosso padre Leonardo e saber o que pensam e se estão de acordo com a ideia”, enfatiza. 

O arcebispo agradeceu o gesto. “Em todo o tempo que estou aqui, nunca alguém me apresentou um projeto como este ou questionou minha opinião sobre. Por isso, prefeito, parabéns pela atitude e pelo diálogo. É um lindo projeto e a comunidade de Nova Santa Rita tem muito a ganhar com ele”, afirma.

Roccaporena

Roccaporena é um vilarejo na Itália, onde nasceu Margherita Lotti no ano de 1381. Ela foi batizada em Cássia, cidade próxima, e recebeu o apelido de Rita. Este é um resumo da história de Santa Rita de Cássia, padroeira e inspiradora do nome Nova Santa Rita. 

A santa das causas impossíveis, dos doentes, das viúvas e das mães foi beatificada no ano 1627, em Roma, pelo Papa Urbano Vlll. Sua canonização, no entanto, aconteceu apenas em 1900, realizada pelo Papa Leão Xlll.