O Deputado Federal Alexandre Frota (PSDB-SP) apresentou na quinta-feira (30) o Projeto de Lei para suspender transferências de PIX. Conforme o parlamentar, a ferramenta virou a nova “saidinha de banco”. 

Frota acredita que os bancos e instituições financeiras não podem se isentar da culpa em casos de fraude. “Está se tornando rotineiro o cometimento de crimes contra os cidadãos para que sejam transferidos valores de forma violenta ou não para que se façam transferências eletrônicas imediatas, através da modalidade Pix”, defende. 

Receba as notícias pelo WhatsApp

A ferramenta poderia voltar a funcionar após apresentação de um laudo técnico do Banco Central contendo as medidas de segurança contra fraudes. O deputado chegou a dizer que a ferramenta virou “aplicativo da morte”.