Foto: ilustrativa/divulgação/Polícia Civil.

A 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ªDPRM), após o período de investigações de janeiro até novembro desse ano, atinge a marca de 1.500 prisões decorrentes de ações e operações contra o crime na região metropolitana.

O Diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, Delegado Regional Mario Souza, comemora a marca e destaca que o resultado expressivo contra o crime é devido, principalmente, a estratégia da realização das operações especiais que afetam na estrutura o crime organizado e as ações pontuais e constantes que dificultam a estabilidade das quadrilhas. “A integração com as outras forças de segurança foi fundamental para a eficiência dos trabalhos policiais na região”, pontua.

Ainda segundo ele, esse importante resultado de enfrentamento qualificado ao crime na região metropolitana se deve, fundamentalmente, ao esforço e dedicação das equipes de policiais civis. “As atividades realizadas tiveram êxito no esclarecimento de crimes diversos, prisões de autores de delitos, apreensões de armas, munição, veículos, dinheiro em espécie, drogas entre outros resultados”, pontua.

A 2ªDPRM, formada por 15 Delegacias de Polícia e um Setor de Inteligência, atua na Região Metropolitana com foco nas cidades de Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, Guaíba, Eldorado do Sul e Nova Santa Rita.