Homem morre após ser deixado em UPA de Canoas com tiros na cabeça e nas nádegas

O homem chegou a ser intubado, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo

Foto: JL Balestrin/GBC

Receba as notícias de Agência GBC no WhatsApp

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Canoas investiga o caso de um homem que morreu após ser deixado baleado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boqueirão. Um veículo, que ainda não foi identificado, deixou ele ferido no local.

Com tiros na cabeça, na nádega e no calcanhar esquerdo, o homem foi transferido para o Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC) em estado grave. Ele chegou a ser entubado, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Para os policiais, a equipe médica relatou que o homem usava tornozeleira eletrônica. Os investigadores suspeitam que o crime tenha ocorrido no bairro Guajuviras.