Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta terça-feira (11) em entrevista para a Jovem Pan que o Brasil não tem estrutura para decretar lockdown em função da nova onda de coronavírus. Segundo ele, grupos defenderiam a sua independência e o Estado não teria como defender a ordem.

“O Brasil não resiste a um novo lockdown. Será o caos. Será uma rebelião, uma explosão de ações onde grupos vão defender o seu direito à sobrevivência. Não teremos Forças Armadas suficientes para a garantia da lei e da ordem”, disse o Presidente.

Bolsonaro vou a afirmar que não tomou a vacina contra a doença. “É um direito meu”, garante. Ele também voltou a falar sobre o tratamento precoce, discutido a exaustão durante a CPI da Covid no Congresso Nacional.

O país passa por uma nova onda de casos positivos após as festas de Natal e Ano Novo. Novas medidas restritivas por Estados e municípios ainda não estão descartadas. A nível nacional, porém, Bolsonaro já deixa claro que não haverá nenhum tipo de restrição.