A Polícia Civil, sob comando do Delegado de Polícia Alencar Carraro, prendeu no final da tarde de terça-feira (10) um dos maiores distribuidores de drogas do Estado do Rio Grande do Sul. Ele é conhecido pela alcunha Playboy.

Segundo a Polícia Civil, o objetivo é o desmembramento de grandes lideranças no tráfico de drogas para desestruturar essas organizações criminosas dominantes no estado. Segundo Delegado de Polícia Alencar Carraro, o alvo da operação é considerado uma grande liderança do narcotráfico gaúcho.

Em 2018 ele já foi alvo de operação conjunta das polícias do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e do Mato Grosso do Sul, sendo considerado responsável pela negociação e distribuição de drogas com diversas facções criminosas.

Playboy tem 41 anos e estava sendo monitorado pelos agentes da polícia especializada. Eles descobriram que, até o final de 2021, estaria residindo em um casa de luxo na cidade do Rio de Janeiro, ostentando condição econômica invejável, promovendo festas e churrascos.

Ele possui inúmeros antecedentes e condenação pela prática de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse irregular de arma de fogo e munições de uso restrito, associação criminosa e corrupção de menores. Coleciona, também, antecedentes de crimes com violência ou grave ameaça, como homicídio qualificado, em Novo Hamburgo.

Conforme a polícia, ele utilizava de sua renda ilícita do tráfico de drogas para estruturar estabelecimentos comerciais, como uma pousada na cidade de Imbituba, em Santa Catarina, com o objetivo de maquiar sua renda e bens proveitos do tráfico de drogas.

Foram apreendidas nas buscas dois telefones celulares, anotações, diversos cartões de crédito, dinheiro em espécie e uma caminhonete Amarok.