OLHA ESSA | Frentista é convidada para evento de MMA após bater em homem que passou a mão nela

Competição acontece em agosto no Rio de Janeiro.

Foto: reprodução/Redes Sociais.

Uma frentista de 22 anos foi importunada sexualmente no último domingo (15) por um homem em um posto de combustíveis de Porto Alegre. Ela agrediu o homem em resposta. Toda a ação foi gravada por câmeras de segurança e viralizou nas redes sociais.

Marian Damásio, de 22 anos, foi convidada para participar de uma competição oficial de MMA depois do fato. Wallid Ismail, campeão brasileiro e mundial de jiu-jitsu e criador do Jungle Fight, confirmou o convite e ofereceu a academia para que ela consiga treinar antes de participar do evento.

O Jungle Fight está marcado para ocorrer em agosto, no Rio de Janeiro. “Eu não queria ter a reação que tive. Não acho que é com violência que se resolvem as coisas. Mas perante tudo isso que aconteceu, viralizou na mídia, veio a parte boa, que foi o convite”, conta Marian ao portal G1.

A 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Porto Alegre abriu inquérito para apurar o caso. O agressor, de 25 anos, já foi identificado é alvo de investigação policial.

A vítima afirma que ele é conhecido por comprar balas no local e distribuir para as funcionárias. No dia do ocorrido, ele teria oferecido uma bala e ela recusou enquanto mexia no celular. Então, passou a mão nas partes íntimas dela e apanhou na sequência.

Para o Correio do Povo, a delegada Cristiane Machado Pires Ramos, responsável pela Deam, disse que a mulher reagiu de forma instintiva. “Atuou em legítima defesa. Ela é a vítima de uma importunação sexual”, afirma.