DE CANOAS | Cabeleireira vai representar o Brasil no concurso Miss Internacional Trans | Agência GBC
21.9 C
Canoas
28 de novembro de 2022

DE CANOAS | Cabeleireira vai representar o Brasil no concurso Miss Internacional Trans

Ela lembra que o Brasil é o país que mais mata transexuais e travistis no mundo.

Eleita Miss Brasil Transex em 2017, Desiree Oliveira, de Canoas, representará o Brasil no Miss Internacional Trans 2022, que ocorre entre 8 e 11 de junho, no Panamá. Aos 34 anos, ela trabalha como cabelereira na cidade há 17 anos e em 2016 conquistou o título de Miss no município. De lá para cá, muitos títulos foram alcançados e a espera pelo concurso internacional aumentava cada vez que a pandemia de Coronavírus se prolongava.

Para o portal G1, ela agradeceu o convite e aproveitou a oportunidade para levantar questões importantes de segurança pública. “Eu estou muito feliz em ser a porta-voz de todas as transexuais e travestis do meu país, que infelizmente é o que mais mata transexuais e travestis no mundo”, afirma.

Ela conta ao G1 que a decisão de se tornar cabelereira foi após ter que cortar o cabelo curto por uma oportunidade de emprego que, mesmo após o esforço, nunca veio. “Foi bem complicado. Já fui barrada em lugares, já fui ofendida na rua, em lugares fechados, já fui ameaçada. Já tive, na minha família, pessoas que não aceitavam e, com o tempo, elas foram aceitando”, disse.

A Miss arrecada recursos para custear o figurino, maquiagem e o que mais for necessário para se preparar. A meta é R$ 5 mil. Quem quiser pode ajudar clicando aqui. Transporte, alimentação e hospegadem serão pagos pela organização do evento.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!