19.2 C
Canoas
23 de junho de 2024

Cantor é morto com mais de 20 tiros

CLIQUE AQUI para receber as notícias no WhatsApp

O cantor sertanejo Igor Moreira, de 29 anos, assassinado com mais de 20 tiros no dia 4 de janeiro, foi morto por engano, revelou o delegado Ricardo Cunha, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) neste sábado (14).

A Polícia Civil do Amazonas informou que dois homens foram presos sob suspeita de envolvimento na execução. Em depoimento, eles confessaram que receberam a ordem para matar um desafeto de um traficante, mas logo após o crime foram informados de que mataram o homem errado.

“Eles contaram que não sabiam quem era o alvo, mas que tinham a missão de matá-lo. No entanto, eles foram avisados que mataram a pessoa errada. Era para matar um desafeto de facção rival, mas assassinaram um inocente”, disse o delegado à imprensa local de Manaus.

Ainda segundo a polícia, o cantor não tinha passagem nem envolvimento com o tráfico de drogas ou agiotagem. De acordo com o delegado, o primeiro homem a ser detido teria recebido a ordem para matar Igor, e foi o responsável por contratar os outros dois criminosos que participaram da ação.

“O primeiro preso foi apontado como o motorista de um dos veículos utilizados no crime. Ele teria recebido a ordem para matar o desafeto do traficante e foi responsável por cooptar os outros envolvidos no crime”, completou.

Agora a polícia procura outros dois homens que também estão envolvidos no crime. Após as prisões, a família do cantor se diz aliviada e pede justiça pela morte de Igor Moreira.

Fonte: Portal A10+.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!