Varejo usa cartão de crédito próprio para fidelizar cliente | Agência GBC
20.6 C
Canoas
27 de março de 2023

Varejo usa cartão de crédito próprio para fidelizar cliente

Cartões de crédito emitidos por lojas de redes varejistas têm se mostrado ferramentas eficazes no quesito fidelização do cliente. Isso porque na hora de ir às compras, as pessoas seguem a tendência de priorizar tais estabelecimentos que ofertaram margem de crédito a estes compradores. Ao menos é o que indica um levantamento instituto de pesquisa Locomotiva em parceria com a empresa de tecnologia Dock.

Esses cartões próprios do varejo têm um nome e participam de um escopo mercadológico que vem crescendo bravamente no Brasil. Trata-se do private label, um instrumento de crédito, que funciona como um cartão de crédito tradicional, com marca própria e que é aceito na rede de estabelecimentos daquela marca

Toda tecnologia e ecossistema envolvidos atrás desses cartões é materializada por uma empresa especializada nesse serviço. É o que explica Édrei Costa, CEO da RPE, empresa brasileira de tecnologia que oferece soluções em meios de pagamento para potencializar o mercado varejista.

“O private label é uma espécie de crediário emitido por uma empresa específica, geralmente uma rede de varejo ou loja, que oferece crédito para seus clientes para uso exclusivo em suas próprias lojas ou site de compras online. Esses cartões geralmente oferecem benefícios exclusivos, como descontos ou ofertas especiais para incentivar os clientes a fazerem compras na loja ou site da empresa”, explica.

Esse negócio é uma ferramenta que beneficia tanto o consumidor quanto o estabelecimento, gerando resultado financeiro para o estabelecimento e a concretização de um sonho de consumo para o consumidor. O estudo do Instituto Locomotiva alerta que a estratégia tem surtido efeito bastante positivo.

De acordo com as informações analisadas, 71% das pessoas dão preferência aos estabelecimentos que oferecem os cartões private label. Esses consumidores ainda usariam mais do cartão se pudessem. A pesquisa aponta que, entre esses consumidores ativos, 52% usariam mais o benefício se houvesse condições melhores de parcelamento, e 53% deles usariam ainda mais se o limite fosse mais alto.

“Esses cartões são tanto para a marca, quanto para o cliente, uma estratégia de acolhimento. Além de entregar um tratamento diferenciado e personalizado, o private label aumenta o engajamento e a presença do cliente na loja e ainda eleva o ticket médio. Isso sem contar que para muitas famílias, os cartões são recebidos, inclusive, como complemento de renda”, salienta o Édrei Costa, CEO da RPE.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!