Plataforma organiza o dia a dia de times financeiros

A dificuldade em fazer a gestão financeira no dia a dia das empresas faz com que apenas 40% das empresas brasileiras sobrevivam após 5 anos, segundo dados do IBGE. Pensando nisso, a fintech Kamino tem ajudado as empresas em crescimento no Brasil com uma plataforma de planejamento financeiro, gestão e execução de pagamentos. O objetivo é facilitar a rotina dos departamentos financeiros, gerando mais controle, eficiência e inteligência. Inédito na América Latina, o software é 100% automatizado e integrado com os principais bancos e com a própria conta e cartão Kamino, permitindo pagamentos em escala em segundos. 

A plataforma oferece um software de assinatura com pagamentos embarcados para que equipes financeiras executem automaticamente 4 grandes jornadas financeiras: contas a pagar, contas a receber, conciliação contábil e geração de relatórios com insights. O custo do plano mensal para a contratação varia de acordo com o perfil e as necessidades do cliente. Há ainda opção de contratar o serviço de “Operador Financeiro”, por meio do qual a Kamino executa as atividades dentro do SaaS para a empresa. 

A partir de testes realizados durante 8 meses com uma seleção de startups, scaleups e empresas em crescimento, escolhidas entre as mais de 150 que são clientes da Kamino, foi possível mensurar uma economia mensal de 200 horas por cliente, o equivalente a 25 dias úteis com jornada de oito horas, considerando todas as tarefas que a plataforma consegue otimizar e simplificar. Além da economia de tempo, há uma economia de custos, uma vez que há a minimização de erros operacionais com o uso da plataforma automatizada.

De acordo com Gonzalo Parejo, CEO da Kamino, a solução vem para complementar os serviços de conta e cartão corporativos e permitirá mais visibilidade para os desafios que ameaçam o caixa das empresas. “Queremos dar mais protagonismo ao financeiro, que é uma área chave para todas as empresas e muitas vezes fica apenas no backoffice”, explica.

2023 será um ano desafiador

Em um ano de incertezas, como vem se mostrando 2023, é importante que as empresas tenham uma visão clara de seu fluxo financeiro como um todo e foquem o máximo possível em criar um negócio que se paga e é escalável. “Este ano vai ser desafiador para todas as empresas, seja uma startup ou uma empresa mais tradicional. O aumento global na taxa de juros diminuiu os investimentos de venture capital e tem dificultado o acesso ao crédito. Isso faz com que o caixa seja cada vez mais sagrado e as companhias precisem mais do que nunca gerar receita e criar um negócio sustentável e lucrativo, e isso não é possível se você não tem uma solução que te dê visibilidade, controle e eficiência financeira”, esclarece Parejo. 

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!