17 C
Canoas
24 de junho de 2024

Homem mata esposa com filho no colo

Eles estavam juntos há nove meses

CLIQUE AQUI para receber as notícias no WhatsApp

Luan Lucas Cardoso, aluno-soldado da Polícia Militar do Paraná (PM-PR), é apontado como o responsável pela morte da ex-mulher, Vanessa Camargo, e do advogado dela, Henrique Bueno Paquete. Segundo a polícia, Luan não aceitou a separação e contestou a paternidade do filho de Vanessa.

O fato aconteceu em um posto de saúde de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), na manhã da última terça-feira (20), onde Luan e Vanessa faziam o teste de paternidade. Durante a reunião, Luan atirou nas vítimas e depois se suicidou.

Durante a agressão, a criança de um mês estava nos braços da mãe e acabou caindo. O bebê foi prontamente levado para o hospital.

Segundo a polícia, Vanessa e Luan estavam juntos há nove meses, mas ela havia pedido medidas protetivas devido a ameaças e agressões físicas e verbais do ex-marido. No entanto, a vítima não havia denunciado à polícia sobre o descumprimento dessas medidas por parte de Luan.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!