17 C
Canoas
24 de junho de 2024

Clinica geriátrica clandestina é fechada; Três pessoas foram presas em flagrante

A investigação do local iniciou para averiguar o desaparecimento de duas mulheres

CLIQUE AQUI para receber as notícias no WhatsApp

Uma comunidade terapêutica clandestina foi interditada na tarde dessa quarta-feira em Viamão. A operação Fallere foi desencadeada pela 1ª DP, coordenada pela delegada Jeiselaure de Souza, no bairro Vila Universal.

Três indivíduos, de 26, 27 e 35 anos, foram presos em flagrante pelos crimes de cárcere privado, associação criminosa, furto qualificado de energia elétrica, diversos crimes contra idosos e crime contra as relações de consumo. A ação teve o apoio da Prefeitura de Viamão, através da Divisão de Vigilância em Saúde e Assistência Social.

A delegada Jeiselaure de Souza esclareceu que a investigação começou para averiguar o desaparecimento de duas mulheres. Durante as diligências, os agentes localizaram então a comunidade terapêutica clandestina, recebendo informações no local de que havia idosos em situação de maus-tratos, pessoas mantidas em cárcere privado, além de outras situações suspeitas e condições insalubres.

Após averiguação preliminar, os agentes constataram que uma mulher, que inicialmente procurou tratamento na comunidade, estava sendo mantida sob cárcere privado. Alguns internos, incluindo idosos acamados, também não estavam recebendo os cuidados básicos de saúde e higiene e apresentavam ferimentos expostos, decorrentes de doenças infecciosas não tratadas.

Conforme a titular da 1ª DP de Viamão, a equipe policial apreendeu inúmeros cartões bancários e documentos assinados por idosos internados. Ela revelou ainda que várias geladeiras estavam vazias, sendo que parte dos poucos alimentos à disposição dos internos encontravam-se vencidos e eram impróprios para consumo, estando o local em estado claramente insalubre.

Conforme a delegada Jeiselaure de Souza, o furto de energia elétrica, com a ligação clandestina em dois medidores do local, foi verificado na inspeção das instalações. A clínica foi interditada imediatamente pelos órgãos sanitários. As vítimas idosas foram encaminhadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atendimento médico e depois encaminhadas para acolhimento institucional, enquanto os outros internos foram levados para um local seguro.

O delegado Marcos Bottin, da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de Viamão, observou as duas mulheres desaparecidas já foram encontradas em segurança e efetuado o devido registro de localização de ambas.

Fonte: Portal Leouve

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!