18.2 C
Canoas
21 de junho de 2024

CANOAS: Três escolas municipais estão recebendo investimentos que passam de R$ 2 milhões; Saiba quais são

As escolas estão recebendo reformas das instalações elétricas

CLIQUE AQUI para receber as notícias no WhatsApp

Milhares de alunos canoenses vão começar o ano letivo de 2024 com novidades. As EMEFs Monteiro Lobato, Santos Dumont e Ícaro já começaram a receber a reforma das instalações elétricas, obras que foram escolhidas como prioridade durante o Orçamento Participativo deste ano. Ao todo, o investimento para as três reformas é de mais de R$ 2 milhões.

Além da troca da fiação e da instalação de novos pontos de energia, ainda serão construídas subestações nas escolas. “Essas novas instalações significam mais conforto e tecnologia nas escolas, ar-condicionado funcionando, telas interativas, chromebooks que possam ser recarregados e assim por diante. É uma grande alegria poder estar a cada dia oferecendo novas melhorias para nossas escolas”, destaca a secretária de Educação, Beth Colombo.

Trabalhos em ritmo avançado

Na EMEF Monteiro Lobato, as equipes estão trabalhando na troca das instalações que vão comportar a fiação elétrica das mais de 30 salas, entre as administrativas e as de aulas, e na construção de novas instalações e caixas elétricas na parte externa. Assim que esta etapa for concluída, iniciará a troca da fiação e a construção da subestação.

A vice-diretora da escola, Priscila Fernandes, ressalta que o serviço beneficiará os mais de 600 alunos e os funcionários, proporcionando mais conforto e segurança.“ Sabemos como é o clima durante o verão. Então podermos ter uma capacidade elétrica que comporte o uso de ar-condicionado em todas as salas, juntamente com nossos equipamentos tecnológicos, é algo fundamental. É uma melhoria que vai beneficiar muito o processo de aprendizado”, salienta.

Priscila ainda relata como foi a mobilização para que a reforma fosse escolhida como prioridade. “Conseguimos que toda a comunidade escolar ajudasse com a escolha da nossa obra. Também tivemos uma ótima mobilização de outras escolas da região. É muito bom saber que o Orçamento Participativo foi retomado e nos ajudou com essa importante melhoria. Como é uma escola antiga, com 41 anos, essa reforma já era mais do que necessária”, completou.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!