18.1 C
Canoas
17 de julho de 2024

Homem é encontrado morto com ferimentos na cabeça e nas mãos

Segundo a polícia, o corpo tinha marcas de violência

Um homem foi encontrado morto na última terça-feira (11), dentro do estacionamento da Pontifícia Universidade Católica (PUC), em Porto Alegre. Ele foi identificado como Jones Lopes dos Santos Silva, de 33 anos.

A Polícia Civil investiga a causa da morte, que o Instituto-Geral de Perícias (IGP) atestou como violenta.

A PUC se colocou à disposição para colaborar com as investigações. Na última quinta-feira (13), o IGP divulgou que a vítima sofreu traumatismo cranioencefálico por ação de instrumento contundente.

Conforme informações da polícia, nenhuma hipótese é descartada até o momento. Jones trabalhava como garçom e não estudava na instituição.

Mais informações sobre o caso devem ser divulgadas em breve.

Nota na íntegra da PUC

“A Universidade comunica que foi encontrada no Campus, por uma funcionária da Índigo (empresa que opera os estacionamentos da PUCRS), mais especificamente no estacionamento do Prédio 41, uma pessoa deitada no chão, em posição inerte. A colaboradora acionou a Vigilância da Universidade. O fato ocorreu na madrugada da terça-feira (11/6), por volta de 1h.

Ao chegar no local, a equipe de vigilância verificou que a pessoa estava desacordada e acionou imediatamente a Brigada Militar. Quatro carros da BM dirigiram-se ao Campus, a área foi isolada e prontamente foram cedidas as imagens das câmeras de segurança da empresa Índigo, que monitoram o espaço.

Em seguida a Polícia Civil compareceu, assim como o Instituto Geral de Perícias, que examinou o corpo, fez o levantamento topográfico, fotos e demais procedimentos padrão. A atuação das autoridades policiais no local prolongou-se até em torno de 5h, quando o corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal.

Durante todo o período, a vigilância da Universidade esteve no local acompanhando e cooperando com as autoridades responsáveis pela investigação.”

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!