18.1 C
Canoas
17 de julho de 2024

Sargento da Brigada Militar é morto com tiro de fuzil

Um grupo tentou roubar um veículo de transporte de valores, resultando em uma troca de tiros que terminou na morte do policial

Na noite da última quarta-feira (19), um assalto a carro-forte ocorreu no aeroporto de Caxias do Sul. Segundo o Batalhão do Choque da Brigada Militar (BM), um grupo tentou roubar um veículo de transporte de valores, resultando em uma troca de tiros que terminou na morte de um policial militar e de um criminoso.

O policial Fabiano Oliveira, 2º Sargento da Brigada, foi atingido por um tiro de fuzil no tórax, mesmo usando colete balístico. A Brigada Militar informou que ele não resistiu aos ferimentos após ser levado ao hospital.

O crime

Os criminosos estavam disfarçados com uniformes falsos e usaram duas caminhonetes com adesivos da Polícia Federal para o crime, que ocorreu pouco depois das 19h, quando o dinheiro chegava ao aeroporto. Trabalhadores do carro-forte foram feitos reféns, mas foram liberados posteriormente. Os assaltantes fugiram pela área de carga do aeroporto em direção a uma mata próxima.

O Comando de Policiamento de Choque, Bope, Batalhão de Aviação da Brigada Militar, Polícia Federal, Polícia Civil, Guarda Municipal e Exército, estão em operação de cerco e busca pelos criminosos. O Instituto-Geral de Perícias (IGP) também está presente no aeroporto. Desde a interdição do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, o Hugo Cantergiani tornou-se o principal terminal aéreo do Rio Grande do Sul, recebendo tanto passageiros quanto cargas, incluindo transporte de valores.

Após o assalto, o aeroporto foi isolado por seguranças, impedindo a entrada e saída de pessoas. Por volta das 22h, cerca de 10 pessoas que estavam no local durante o ataque aguardavam liberação. Além do policial e do suspeito mortos, não há relato de feridos, embora uma locadora de veículos próxima ao terminal tenha sido atingida por disparos.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!