13.9 C
Canoas
21 de julho de 2024

Saiba onde consultar CPF para receber auxílio de R$ 2 mil

As vítimas da enchente no Rio Grande do Sul podem consultar seu CPF para verificar se têm direito ao auxílio de R$ 2 mil via Pix do SOS Rio Grande do Sul. Este auxílio estadual é destinado às pessoas que perderam casas e pertences devido às enchentes.

Saiba onde consultar CPF para receber auxílio de R$ 2 mil: como sei que tenho direito?

Para saber se você tem direito ao auxílio, é essencial que seu nome esteja no CadÚnico. Além disso, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos. Essa ajuda financeira visa auxiliar as famílias a se reerguerem após os danos causados pelas enchentes.

Para consultar o CPF e verificar a elegibilidade, as vítimas devem acessar o site oficial clicando aqui.

Usuário do aplicativo Caixa Tem está com os R$ 2 mil creditados nessa modalidade. Quem não possui acesso à conta deve procurar os canais de atendimento da Caixa pelo aplicativo do banco ou pelo telefone 0800 104 0104.

Vítimas da enchente tem direito a auxílios de até R$ 15 mil; Saiba como

Uma vítima afetada pela enchente no Rio Grande Sul (RS) pode receber até R$15 mil reais em auxílios sociais. 

Visto que o valor é uma soma dos auxílios Reconstrução, Volta por Cima, abono antecipado do PIS/PASEP e o Saque Calamidade do FGTS. O valor liberado varia de acordo com o perfil social e econômico do cidadão. 

Saiba quais são os auxílios e como funcionam: 

Auxílio Reconstrução 

Atualmente o governo federal paga um auxílio às famílias que perderam móveis e bens pessoais em cidades no Rio Grande do Sul.

Desta forma, tem direito: as pessoas que perderam seus objetos, mediante comprovação do endereço, em parcela única. Beneficiários titulares de benefício assistencial ou pensionistas também poderão receber o auxílio no valor de R$5,1 mil por família.

Auxílio Volta por Cima

O governo do RS anunciou dois auxílios financeiros, sendo o primeiro direcionado para pessoas de baixa renda. Sendo assim, tem direito às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, inseridas no Cadúnico, residentes nas regiões inundadas. O valor do auxílio é de valor: R$2.500 por família.

Auxílio Pix SOS

Da mesma forma, este auxílio estadual contempla as famílias desabrigadas ou desalojadas, inscritas no CadÚnico, não contempladas pelo Volta por Cima e com renda familiar de até três salários mínimos. O valor do auxílio é de R$ 2 mil 

Saque Calamidade

Em princípio, as pessoas afetadas também podem solicitar o “Saque Calamidade”, caso tenha saldo disponível em sua conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O valor máximo para retirada por conta vinculada é de R$ 6.220, limitado ao saldo da conta.

Parcelas extras Seguro-Desemprego

Dessa forma, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) também liberou duas parcelas extras do Seguro-Desemprego aos desempregados moradores do Rio Grande do Sul. Uma vez estando dentro dos critérios, tem direito os trabalhadores que estavam recebendo o seguro antes do dia 5 de maio. O valor é de R$1.782,50 

Bolsa Família

Assim também há a parcela do Bolsa Família referente ao mês de maio que foi antecipada para todo o Rio Grande do Sul. Todos os beneficiários do Bolsa Família no Rio Grande do Sul tem direito.

Abono PIS/PASEP

Do mesmo modo, os trabalhadores do Rio Grande do Sul que preenchem os requisitos para receber o abono também receberam adiantamento no pagamento. Todos os beneficiários do estado têm direito. 

O valor do benefício varia.

Restituição do Imposto de Renda 2024

Da mesma forma, o primeiro lote de restituição do IRPF 2024 contemplou mais de 900 mil declarantes do estado O primeiro lote normalmente é destinado aos públicos prioritários previstos em Lei e aos que optaram pela declaração pré-preenchida.

Auxílio para compra de imóveis

Assim também, os moradores de cidades atingidas também tem direito à compra de imóveis. A Caixa Econômica Federal realizará a compra assistida.

Tem direito as famílias que tiveram as casas destruídas nas áreas urbanas atingidas pelas enchentes 

A compra será limitada ao teto das faixas 1 e 2 do Minha Casa Minha Vida.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!