Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Da redação | Aproximadamente 15 passageiros estavam no coletivo da Vicasa que foi incendiado no inicio da madrugada desta terça-feira (27) no terminal da Estação Mathias Velho, em Canoas, na Região Metropolitana. Entre eles, estava uma grávida que se jogou da janela para se fugir do fogo.

Pelo menos 10 pessoas foram conduzidas ao Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), algumas por terem inalado fumaça. Uma delas, um idoso, foi encaminhado em estado grave de saúde, por causa da inalação de grande quantidade da fumaça.

Um passageiro ficou com as mãos machucadas. Ele quebrou as janelas para conseguir fugir. “Em cinco anos que pego essa linha, nunca vi nada disso”, relatou o homem que preferiu não ser identificado.

O crime

Testemunhas relataram que quatro criminosos, encapuzados, chegaram em um Palio de cor branca. Carregando combustível em garrafas, os homens entraram e jogaram o líquido inflamável no ônibus. Na sequência, eles teriam mandado os ocupantes do coletivo saírem do veículo – um modelo articulado, que fazia a Linha Integração Mathias Velho.

O incêndio foi controlado pelo Corpo de Bombeiros Militar. As chamas também danificaram a parada de ônibus e chamuscaram algumas áreas nas proximidades. O Instituto Geral de Perícias (IGP) foi acionado para avaliar a cena do crime, que foi isolada pela Brigada Militar (BM). Os autores fugiram no carro e não foram localizados.