CANOAS | Mulher foi morta a facadas pelo companheiro no Guajuviras

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | A Polícia Civil já está investigando o crime que matou Vera Lúcia Luciano de 53 anos. O principal acusado, Sírio Fogaça de Souza, foi preso horas após, na noite de sábado (9), em uma invasão na cidade de São Leopoldo, no Vale do Sinos.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O que se sabe, até o momento, é que antes de atear fogo na residência, ele esfaqueou a vítima diversas vezes. Porém, a Polícia Civil ainda aguarda o laudo final do Instituto Geral de Perícias (IGP) para saber se Lúcia morreu antes ou durante o incêndio. “Os bombeiros nos relataram que ela foi encontrada deitada em posição fetal na cozinha”, relatou a titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), delegada Clarissa Demartini.

Vizinhos viram o criminoso saindo da residência no inicio da manhã de sábado (9). “Eles escutaram gritos e as telhas estourando. Por isso, chamaram os bombeiros”, comentou a delegada.

Agora, a investigação continua para descobrir a motivação do crime.

Prisão

Sírio foi preso horas após o crime pela Brigada Militar (BM) em São Leopoldo. Ele foi encontrado na Invasão do Justo, no bairro Duque de Caxias. Ele estava tentando se esconder na casa do irmão. Familiares dele contaram à polícia que ele era extremamente agressivo.

O criminoso tinha saído da prisão na última quinta-feira (7). Ele cumpria pena por tentar matar três pessoas da mesma família de Canoas que estavam devendo R$ 300 para ele. Porém, na ficha de antecedentes tem até um homicídio que ele cometeu quando tinha 18 anos.

Agência GBC

Em Agência GBC, você encontra notícias de Canoas, da região e do RS, prestação de serviço, áudios, vídeos e muito mais.