Foto: Prefeitura de Canoas/Divulgação

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, decretou situação de emergência no município, por conta do enfrentamento ao novo coronavírus, determinando suspensões no funcionamento de estabelecimentos na cidade. As medidas passam a valer a partir desta quinta-feira (19) e visam conter o avanço do vírus, causador da doença Covid-19, no município. Até o momento, Canoas ainda não tem casos confirmados.

Eventos e comércio 
Entre as medidas adotadas pela Prefeitura de Canoas estão a suspensão de todos os eventos públicos e privados de qualquer natureza, até o fim da situação de emergência. Durante o período eventos particulares, incluindo salões de festas e áreas de lazer de condomínios, que tenham mais de 20 pessoas, ficam proibidos. Shoppings centers e centros comerciais serão fechados por 21 dias. A restrição também atinge academias, centros de treinamento, ginásticas, cinemas e clubes sociais. 

Estabelecimentos como farmácias, clínicas de atendimento de saúde, supermercados e agências bancárias permanecem abertas, mas só podem operar com limite máximo de 50% de ocupação. Os restaurantes, bares e lanchonetes que não ficam em shoppings e centros comerciais só poderão permanecer abertos até as 20 horas, também obedecendo o limite de 50% de ocupação e aumentando os espaços entre mesas. Lojas de rua permanecem abertas, mas devem ter suas equipes reduzidas e também têm capacidade máxima de lotação de clientes. Estabelecimentos de ensino, creches privadas e comunitárias deverão suspender os atendimentos. Assim como teatros, museus, centros culturais, bibliotecas e cinemas. 

Transporte público
Os ônibus que fazem transporte coletivo público estão proibidos de circular com passageiros em pé. A medida serve para evitar a aglomeração de pessoas em espaços confinados. O uso de transporte coletivo reduziu 20% desde o início da pandemia e fez com que as linhas tivessem pequenas alterações nos horários. As empresas estão obrigadas a fornecer álcool gel 70% aos passageiros e, ao fim de cada viagem, os veículos devem ser higienizados, sendo limpas superfícies como bancos, maçanetas, portas, corrimão, catracas, barras de apoio, direção, painel e outros locais de uso comum. Os ônibus devem circular, obrigatoriamente, com as janelas abertas, naqueles em que isso não é possível, as empresas devem manter o sistema de ar-condicionado higienizado. A Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade (SMTM) será responsável pela fiscalização dessas medidas. 

Prefeitura discute medidas com sociedade
Ao longo da quinta-feira (19), o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus se reuniu com diversos setores da sociedade civil para discutir as medidas a serem implementadas para combater o vírus. Durante a manhã, empresários foram recebidos na prefeitura e debateram as saídas para evitar grandes prejuízos à economia e à manutenção de empregos na cidade, já que parte do comércio está sofrendo com a redução de público. Líderes religiosos também foram ouvidos e receberam orientações sobre o cancelamento de celebrações, durante o período de circulação do vírus.