Foto: Vinícius Thormann

Da redação, com informações da PM Canoas | A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) promoveu operações de fiscalização em diferentes pontos da cidade nesta segunda-feira (23) e na última sexta-feira (20). Nesta segunda, o trabalho dos fiscais se concentrou no Canoas Shopping. Todos os estabelecimentos da praça de alimentação foram verificados. Um dos restaurantes da praça de alimentação foi interditado após constatada uma série de irregularidades, como alimentos vencidos e armazenamento em temperatura inadequada.

“O proprietário tem até 90 dias para regularizar sua situação, providenciando a melhoria de todos os apontamentos, como a limpeza e higiene do local, correção do armazenamento dos alimentos e desratização. Encontramos um local sem alvará desde 2013”, explica a diretora da Vigilância em Saúde de Canoas, Vanessa Dorneles.

Sexta-feira

No bairro Estância Velha, o alvo foi uma empresa que atua com limpeza de caixas d’água e controle de pragas. Já no bairro Rio Branco, os fiscais estiveram em um prédio onde funciona um restaurante e uma academia.

A ação atendeu uma solicitação da Fundação Estadual de Proteção ao Meio Ambiente (Fepam), que cassou a licença de operação da empresa localizada na rua Gildo de Freitas. O local estava fechado e a entrada foi lacrada pelos fiscais até a tomada de providências pelo proprietário. “Entre os problemas encontrados está o fato da empresa armazenar produtos altamente tóxicos estando muito próximo de imóveis residenciais”, disse a diretora da Vigilância.

No bairro Rio Branco, os fiscais da Vigilância notificaram um restaurante, que está com o alvará vencido desde 2014, e foi denunciado por realizar festas noturnas sem autorização. No mesmo local, funciona uma academia que também foi notificada em razão da venda irregular de anabolizantes.

Vigilância faz fiscalizações em restaurantes e estabelecimentos. Foto: Vinícius Thormann
Vigilância fez fiscalizações em restaurantes e estabelecimentos. Foto: Vinícius Thormann