Foto: Foto: Rodrigo Ziebell/SSP

Foto: Foto: Rodrigo Ziebell/SSP

Da redação | A Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul promoveu, na tarde desta quinta-feira (16), uma visita para a imprensa no módulo 2 da Penitenciária de Canoas (Pecan), após a Justiça ter determinado a interdição do local por conta da infraestrutura e o secretário Cezar Schirmer avaliar essa medida judicial como um equívoco.

De acordo com a Secretaria, a ideia foi mostrar que não há irregularidades no complexo prisional. A juíza Patrícia Fraga Martins, da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre, entendeu que a Pecan tinha problemas estruturais, de saúde e higiene para os detentos.

Depois do despacho da juíza, na terça-feira (14), Schirmer divulgou uma nota no dia seguinte, contrariando a determinação.

A Procuradoria-Geral do Estado analisa a questão da interdição.