FOTO: Internet/Reprodução

FOTO: Internet/Reprodução

Da redação | Os 6.190 eleitores da cidade de Paraí, na Serra Gaúcha, vão voltar as urnas no próximo domingo (19).  O novo pleito ocorre porque a candidatura de Oscar Dall Agnol  (PP), que obteve a maioria dos votos, foi indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral.

O motivo apresentado pelo TSE, é que Dall’Agnol não se desincompatibilizou quatro meses antes da eleição do cargo de subsecretário-geral adjunto da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Casca, como exige a legislação.

O Tribunal determinou que Dall’Agnol não poderia concorrer ao novo pleito. Por isso, Duas coligações vão concorrer na eleição.

A coligação Reafirmando a Vontade do Povo tem como candidato a prefeito Gilberto Zanotto (PDT) e a vice Ijair Isaías Pian (PP). O pedetista foi eleito vice-prefeito junto com Oscar Dall’Agnol (PP), em 2016. Após decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os dois saíram dos cargos na prefeitura em meados de setembro.

A outra coligação, chamada de União, Verdade e Compromisso por Paraí, tem como candidato a prefeito Laurindo Ártico (PMDB) e a vice Jeremias Trevisan (PT). Ártico foi o candidato a prefeito derrotado, junto com Euclides Coloretti (PMDB), no ano passado. Agora, além do próprio PMDB e do PT, a coligação tem participação do PTB.