Da redação | A Polícia Civil prendeu, no fim da tarde deste sábado (25), uma mulher de 35 anos, suspeita de ter participado do homicídio de Thiellen da Cruz Fernandes, 19, que havia desaparecido no dia 5 de outubro em Canoas e teve seu corpo localizado carbonizado três dias depois em Gravataí.

A mulher detida não teve a identidade divulgada, mas possui passagens pela polícia por tráfico de drogas, crime o qual a polícia acredita que motivou o crime. Outras duas pessoas já haviam sido presas por conta do caso.

De acordo com a Polícia, a jovem havia saído de casa após chamar via aplicativo um serviço de transporte de passageiros. O objetivo dela era ir até a casa de uma amiga, mas não foi mais achada desde então.

Os dois suspeitos presos também foram identificados como autores da morte de Jeremias da Silva Felippe, 22, que teve seu corpo encontrado no dia 7 de outubro em Gravataí.