Da redação | A Polícia Civil investiga a morte de uma mãe, do filho e da namorada dele, em Gravataí. Ocorrido no começo da noite desta segunda-feira (04), o caso chamou a atenção pela brutalidade, possivelmente ligada ao tráfico de drogas.

Conforme o delegado Felipe Borba, a mãe, que se chama Janaína Santos, 42 anos, usaria a própria casa, localizada na rua Joaquim Duarte, bairro Planaltina, como ponto de tráfico.

Borba acredita que o caso possa estar ligado ao ataque que deixou dois mortos e mais de 30 feridos no Morada do Vale II, em outubro, tendo em vista os requintes de violência utilizados nessa segunda-feira.

Além disso, os policiais chegaram ao nome de Carlos Emanuel da Rosa Generoso, 23 anos. Procurado pelos investigadores por ter participado no caso do Morada do Vale II, ele é suspeito de envolvimento no caso dessa segunda-feira.

Dessa forma, os agentes analisam que os dois casos podem ter sido deflagrados pela mesma facção.

Janaína foi morta a tiros na calçada da frente de casa. Um grupo de atiradores bem armados, ao menos quatro que chegaram em um carro escuro, entrou na residência e matou o filho, Adrian Santos Gonzales, 16, e a namorada dele, Andressa Pedro Fernandes, 18. Uma menina de 10, uma adolescente de 14 e um jovem de 19 sobreviveram ao ataque, restando baleados.