FOTO: Polícia Civil/Divulgação

FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Sete homens foram presos por crime contra o patrimônio  na noite da última segunda-feira (18), em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A ação foi realizada pela Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas.

Segundo informações da Polícia Civil,o grupo foi preso em flagrante pelos crimes de receptação de veículo e adulteração de sinais de identificação do carro. Dois veículos clonados foram apreendidos.

Segundo o delegado Thiago Bennemann Gonçalves, os policiais receberam informações de que um estabelecimento comercial localizado às margens da BR-116 estaria naquele momento realizando a adulteração ilegal de sinais de um veículo roubado. “Os policiais diligenciaram até o local e apreenderam uma camionete GM/Spin roubada no Município de São Leopoldo no último dia 14/12. Um segundo veículo suspeito de adulteração que estava em poder dos criminosos, bem como material utilizado para o processo de clonagem de automóveis também foi apreendido”, conta o delegado.

No momento da abordagem policial quatro indivíduos que estavam efetuando a adulteração dos sinais do veículo roubado foram presos em flagrante. “Outros três homens que aguardavam o término do procedimento no interior de outro veículo em frente ao prédio também foram autuados em flagrante”, relata o Bennemann.

O proprietário do estabelecimento comercial possui antecedentes policiais por porte ilegal de armas e receptação. “Os três criminosos que contrataram o serviço de adulteração possuem antecedentes por receptação, adulteração de sinais veiculares, roubo de veículo e porte de arma de uso restrito”, completou o delegado.