FOTO: Arquivo Pessoal/Reprodução

Da redação | O corpo da fisiculturista  Ana Flávia Popsin, 36 anos, foi encontrado no último domingo (31) pelo Corpo de Bombeiros de São Marcos. Ela se afogou no Rio São Marcos, na divisa entre São Marcos e Caxias do Sul, próximo à BR-116.

Ana Flávia aproveitava à tarde ensolarada no rio com o marido, Pedro Paulo dos Santos, 39, quando caiu em uma parte mais funda do rio e desapareceu na água.  O corpo de Ana Flávia estava preso a pedras quando foi resgatado pelos bombeiros.

Mais tarde, o corpo de Santos foi encontrado baleado no banheiro da casa em que o casal vivia no bairro Parada Cristal, em Caxias. A Brigada Militar foi acionada por um amigo do fisiculturista e encontrou a vítima já sem vida. Santos deixou uma mensagem na rede social onde afirmava que havia tentado salvar a mulher e, como não conseguiu, decidiu tirar a própria vida.

Segundo o delegado Ives Trindade que atendeu a ocorrência, Santos deixou o capacete marcando o local onde a mulher teria se afogado. Ele teria ido para casa onde o casal morava, feito a postagem em rede social e atirado duas vezes contra o próprio rosto com um revólver calibre 38. Segundo informações de familiares à polícia, a arma era dele.

Ainda conforme o delegado, ao ver a postagem, os familiares acionaram os bombeiros que foram ao local e graças ao capacete encontraram o corpo de Ana Flávia.

O caso deve ser investigado pela 3º Delegacia de Polícia, que irá instaurar inquérito para esclarecer as circunstâncias das duas mortes. Não havia testemunhas, porque eles estavam sozinhos no local. Parentes serão ouvidos para relatar como era o relacionamento dos dois.

O casal foi velado e sepultado em Parada Cristal. Nas redes sociais, dezenas de amigos e colegas da prática esportiva lamentaram a perda dupla, já que o casal tinha como hábito participar de competições de fisiculturismo e acumulava conquistas na categoria.