Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Da redação | A Polícia Civil afirmou que Rafael Oliveira de Azambuja, o “Seco”, de 29 anos, é o líder da quadrilha que atacou um carro-forte da empresa STV e amarrou explosivos falsos na cintura de um dos seguranças da empresa, na tarde desta quinta-feira (11). O caso ocorreu no bairro Anchieta, em Porto Alegre.

Ele já havia sido preso em 2013 por outros roubos. No ano passado, não retornou após uma saída de rotina da Colônia Penal Agrícola de Charqueadas. Foragido, ele começou a ser novamente investigado. Seco havia participado, a partir disso, de ataques a banco e lotérica, em Porto Alegre.

Ataque a carro-forte

Bandidos interceptaram um carro-forte, na tarde dessa quinta, no bairro Anchieta, em Porto Alegre. Eles estavam em um caminhão, que fechou a frente do veículo de transporte de valores. O grupo, fortemente armado, transferiu o dinheiro para o caminhão. Quatro funcionários da STV foram sequestrados e feitos de reféns na ação dos ladrões, e mais tarde liberados em Canoas e em outra área da Capital, sem ferimentos.

Os criminosos colocaram falsos explosivos em um dos funcionários da STV. O Gate foi acionado e desarmou o artefato.