Foto: Derli Colomo Júnior

Da redação, com informações da Secom Canoas | O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato (PTB), e a secretária da Saúde, Rosa Maria Groenwald, estiveram, na tarde de quarta-feira (17), na nova UTI adulta do Hospital Universitário, administrado pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP). A ala foi restaurada para melhor atender aos pacientes e estava desativada desde 2015, por falta de investimentos dos antigos gestores.

A reforma possibilitou a abertura de um espaço moderno e equipado, com 12 leitos à disposição dos pacientes. Segundo Busato, a prefeitura tem investido na saúde mesmo com a falta de repasse do Governo do Estado. “Estamos há três meses sem recebermos recursos do Governo. Isso totaliza R$ 33 milhões. No entanto, não deixamos de investir na saúde do município. Estamos tirando de outras áreas para não deixar a população desassistida”. O prefeito lembrou que quando a prefeitura e o GAMP assumiram o Hospital Universitário encontraram o espaço totalmente sucateado.

Busato ressaltou, também, que a UTI do HU pode ser considerada “de primeiro mundo e umas das mais modernas do país”.

Já a secretária da Saúde destacou que “enquanto municípios vizinhos estão fechando vagas, estamos oferecendo um serviço qualificado no Hospital Universitário. Até agora, fizemos uma recuperação mínima do que encontramos aqui e temos certeza que neste ano a situação ficará melhor para a Saúde de Canoas”.

O diretor técnico do Hospital Universitário, Fernando Farias, acredita que as novas instalações são de fundamental importância para o serviço prestado pela Prefeitura em parceria com o GAMP. “Isto nos dá uma estabilidade e uma tranquilidade assistencial muito grande. E quem ganha é a população”.

Com a reforma, a UTI adulto conta com uma estrutura física ampliada, onde os pacientes ficam em boxes individuais, aumentando a privacidade entre os internos e proporcionando um contato maior com os familiares. Além disso, todos os espaços estão equipados para oferecer hemodiálise.