Da redação | A Polícia Civil prendeu em flagrante nesta quinta-feira (18), em Farroupilha, na Serra, um jovem de 18 anos, que forjou o próprio sequestro para extorquir o pai. Outras duas pessoas foram presas na mesma residência, onde seria o suposto cativeiro do rapaz.

“Para surpresa dos policiais, a suposta vítima do sequestro estava deitada em uma cama assistindo televisão, simulando o seu sequestro”, contou o delegado Rodrigo Veiga Morale.

Ainda foram presos o irmão do jovem, que cumpre pena do presídio de Bento Gonçalves, e outro indivíduo, também detento. Conforme a polícia, os dois foram responsáveis pelo falso sequestro via WhatsApp.

“O pai relatou que o filho havia desaparecido em 11 de janeiro e, logo após, teria recebido ameaças de extorsões via aplicativo de mensagens, as quais exigiam que fosse entregue a quantia de R$ 500 mil para que seu filho fosse libertado”, salientou o delegado.

O pai havia procurado a Polícia Civil relatando as ameaças, na segunda-feira (15). A partir disso, a investigação analisou dados de celular. Os agentes descobriram que a mãe do jovem, ex-companheira da vítima do crime, também auxiliou com a falsa informação do desaparecimento do filho.