Andressa Gallo

FOTO: Andressa Gallo

Da redação | Um médico foi demitido na última quinta-feira (8) da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. Ele é suspeito de ter abusado sexualmente de uma paciente.

Segundo informações da Delegacia que é titular da Especializada no Atendimento à Mulher, Thaís Norah Postiglione, a vítima registrou uma ocorrência na última quarta-feira (7). A paciente relatou que procurou atendimento médico por conta de picadas de insetos em um dos braços e no pescoço. Durante a consulta, o médico pediu para que ela tirasse toda a roupa e começou a apalpar os seios e as nádegas, além de fazer questionamentos sexuais.

Conforme a delegada, a vítima disse que não sabia o que fazer. “O médico ficou fazendo perguntas sobre a vida sexual dela e do marido, coisas inconvenientes, e tocou de forma inconveniente nela”, conta.

No final da consulta, a vítima relatou, que o médico teria se colocado de costas para a porta de saída do consultório. O objetivo, era de impedir a saída da paciente.

A esposa do acusado recebeu a intimação do marido. Ele deve ser escutado na próxima terça-feira (13). Uma possível testemunha do caso também será ouvida.

Histórico

O profissional já havia sido acusado do mesmo crime em 2016, quando trabalhava em uma unidade básica de saúde (UBS) do município.

Defesa

O advogado do médico, Régis Eduardo Krauze, informou que ainda não recebeu informações oficiais sobre o caso e prefere não se manifestar. Ele também afirma o profissional não se manifestará sobre as denúncias de 2016 até que o processo esteja concluído.