Da redação | A Polícia Civil prendeu preventivamente nesta quarta-feira a proprietária de uma clínica de vacinas em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, por crime contra as relações de consumo e saúde pública. O local, que funciona na Av. Dr. Maurício Cardoso, no bairro Hamburgo Velho, foi interditado.

Conforme a investigação, a clínica divulgava que aplicava vacinas da febre amarela e meningite em pacientes, mas na verdade, o êmbolo permanecia vazio. Além disso, as agulhas eram reutilizadas em outras pessoas e, por isso, há risco de contaminação.