FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Uma mulher de 39 e um homem de 41 anos foram presos pela Polícia Civil de Tapejara, no Norte Gaúcho. Os dois são acusados de abusarem sexualmente da própria filha de quatro anos.

O casal já havia perdido a guarda da criança há cerca de 20 dias. A menina, que é filha única, foi deixada na casa de um familiar, pois o casal havia ido a uma consulta médica em Tapejara, uma vez que o homem não estava se sentindo bem. Quando a madrinha foi dar banho na criança, percebeu que ela estava machucada.

Após o flagrante, a criança fez o relato do abuso do pai que teria o consentimento da mãe. Foi acionado então o Conselho Tutelar de Água Santa e depois a polícia. A criança foi levada para o hospital de Tapejara e depois trazida ao São Vicente, em Passo Fundo, para exames.

A mulher foi presa em casa e o homem, momentos depois quando descia de um ônibus de trabalhadores na BR-285. Natural do Maranhão, ele já está há mais de 15 anos residindo na região e trabalhava em uma empresa de Passo Fundo.