FOTO: GBC TV/Reprodução

Da redação | A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) apreendeu na manhã desta sexta-feira (23), o celular que foi utilizado por detentos do Presídio Regional de Caxias do Sul para gravar uma oração coletiva por Naiara Soares Gomes de sete anos.

As imagens mostram que o rapto, estupro e assassinato da menina, que ficou desaparecida por 13 dias, também comoveu os criminosos recolhidos na casa prisional. Uma faixa foi pendurada com os dizeres “Nayara Estamos de Luto. Também Somos Pai de Família”.

A gravação foi por um apenado, ainda não identificado, dentro de uma cela e mostram dezenas de detentos em uma roda rezando o Pai Nosso. A gravação tem 27 segundos e termina em uma salva de palmas.

A suspeita é que o vídeo foi gravado durante o sepultamento de Naiara, na última quinta-feira (22). As imagens repercutiram e foram compartilhadas pelas redes sociais, o que alertou a Susepe.