Foto: reprodução

Da redação | O homem de 62 anos que abusou sexualmente de uma menina de cinco anos, dentro de um hipermercado, em Porto Alegre, em setembro do ano passado, foi condenado nesta sexta-feira a nove anos e seis meses de prisão. Ele havia sido preso logo após o crime, quando tentava fugor do estabelecimento.

Na denúncia, foram reunidas imagens de câmeras de seguranças da loja, que inclusive mostraram outras duas tentativas de abordagem a meninas. O abuso foi cometido por alguns instantes, e foi percebido por clientes. O fato foi comunicado pela própria vítima à mãe, que pediu ajuda. Seguranças da loja detiveram o indivíduo até a chegada da polícia, que prendeu o agressor em flagrante.