Foto: Internet/Reprodução

FOTO: Internet/Reprodução

Estadão Conteúdo | A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (17) um reajuste de 22,47% nas tarifas da RGE Sul. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 24,99%, e para a baixa tensão, a alta será de 21%.

O reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária da companhia, processo realizado de quatro em quatro anos para manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão.

O diretor da Aneel, Romeu Rufino, disse que o fato de ser uma revisão tarifária, e não um reajuste ordinário, explica o aumento elevado. Além disso, também pesaram no índice itens como efeitos financeiros (que vigoram por apenas um ano), a parcela B, que se refere à recuperação de investimentos feitos pela empresa na rede, e encargos setoriais, que bancam subsídios tarifários.

As novas tarifas vigoram a partir da próxima quinta-feira (19). A RGE-Sul pertence à CPFL e atende a cerca de 1,3 milhão de unidades consumidoras em 118 municípios do Rio Grande do Sul.