divulgação/ dom joão becker

Foto: Divulgação

Da redação | Um termo de compromisso foi assinado, na última sexta-feira (15), marcando a penúltima etapa da transferência de controle do Hospital Dom João Becker, de Gravataí, para a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Agora, falta apenas a anuência do Ministério Público. A assinatura representa “um dos momentos mais importantes da história do município”, segundo o prefeito Marco Alba.

Finalizado o processo de transferência, o Dom João Becker passa a ser o oitavo hospital que é administrado pela Santa Casa. “A rede de hospitais da Santa Casa possibilitará uma gama muito maior de especialidades para ofertar à população”, acrescenta Alba.

A Prefeitura, principal avalista do processo, garantiu o aporte de mais R$ 10 milhões por ano ao contrato de prestação de serviço entre o Dom João Becker e o município, elevando o repasse anual para R$ 45 milhões, correspondentes ao atendimento pelo SUS.

A estimativa é de que em até 30 dias a Santa Casa passe a ter o controle do hospital. “Vamos assumir a assistência à saúde das irmãs por um prazo de 20 anos em troca do hospital”, afirmou um dos diretores da Santa Casa, Oswaldo Luís Balparda.

De acordo com a diretora do hospital, Fabiana Dressler, os funcionários do quadro permanecerão empregados pela Santa Casa.

O Hospital Dom João Becker nasceu como Casa de Saúde Coração de Maria, em 1941, e foi comprado pelas irmãs da Sociedade de Educação e Caridade (SEC) em 1958. Em janeiro de 1960, constituiu-se em Comunidade Hospitalar.